Quinta-feira
27 de Junho de 2019 - 

Acompanhar Processos

Cliente, insira seu e-mail e senha para ter acesso a informações de seu Processo

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,83 3,83
EURO 4,36 4,36

Notícias

Newsletter

Cadastre aqui se deseja receber informações periódicas sobre nossas atividades.

Contato

Avenida Advogado Horácio Raccanello Filho 6326 Sala 05
Novo Centro
CEP: 87020-035
Maringá / PR
+55 (44) 8805-5442+55 (44) 3029-9373

Segue para sanção projeto que determina presença de farmacêuticos em transportadoras de medicamentos

A Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) aprovou em redação final, na sessão plenária desta terça-feira (21), o projeto de lei que determina que empresas transportadoras de medicamentos e de insumos farmacêuticos serão obrigadas a contar em seus quadros técnicos com a presença de um farmacêutico responsável. Agora, a proposta segue para sanção, ou veto, do Poder Executivo. “A presença do farmacêutico nas transportadoras mostra-se fundamental para garantir que as boas práticas de transporte de medicamentos e insumos farmacêuticos sejam cumpridas durante todas as etapas do processo produtivo”, argumenta o deputado Paulo Litro (PSDB), autor da proposta.Ainda de acordo com parlamentar, a ocorrência de condições inadequadas durante o processo de transporte pode causar alterações químicas e físicas irreversíveis nos medicamentos. “De nada adianta a indústria farmacêutica possuir processos de fabricação e controle de qualidade complexos e custoso se, no prolongamento da cadeia logística, não houver continuidade no processo da garantia da qualidade”, ressalta Litro. O texto do projeto ainda determina que os profissionais deverão estar regularmente inscritos no Conselho Regional de Farmácia do Estado do Paraná.As empresas que descumprirem a exigência prevista no texto estarão sujeitas à notificação para regularização do serviço. Em caso do descumprimento da notificação, será aplicada multa de 30 UPF-PR (Unidade de Padrão Fiscal do Paraná). Em caso de reincidência, a multa será de 100 UPF-PR. Cada UPF/PR, em valores de maio de 2019, segundo a Secretaria de Estado da Fazenda, corresponde a R$ 103,26. Animais domésticos – O projeto de lei que visa regulamentar a sinalização da presença de animais domésticos ou de guarda nos imóveis residenciais e estabelecimentos comerciais do estado, foi aprovado em terceira discussão. De autoria do deputado Gilberto Ribeiro (PP), o texto de nº 596/2015 dispõe sobre normas de segurança e proteção contra ataques destes animais a funcionários que prestam serviços públicos das esferas municipal, estadual e federal, como carteiros e entregadores dos Correios e leituristas da Copel e Sanepar.Segundo o texto, os proprietários dos imóveis deverão sinalizar com placas indicativas, em lugar visível e de fácil leitura, alertando sobre a presença dos animais e os riscos. O projeto também determina a obrigatoriedade da instalação de caixa coletora de correspondência externa em todos os imóveis residenciais, comerciais e institucionais situados no estado do Paraná.A matéria ainda obriga que o proprietário ou responsável pela guarda do animal permita o acesso dos profissionais que fazem a leitura dos serviços de água, esgoto, luz ou gás para que exerçam suas funções. No entanto, uma emenda de plenário aprovada juntamente com o projeto determina que o proprietário do animal se responsabilize pro qualquer dano causado aos profissionais, caso não se prove culpa da vítima ou força maior. Conscientização – Foi aprovado em segundo turno de votação, com 34 votos favoráveis e quatro contrários, o projeto de lei 303/2017, assinado pelo deputado Cobra Repórter (PSD). A proposta, institui o Dia Estadual de Conscientização Contra o Aborto, a ser realizado em 15 de maio.A data foi escolhida por ser o Dia Internacional da Família, e o objetivo é incentivar a promoção de palestras, seminários e campanhas e outras atividades que permitam a sensibilização da população acerta dos direitos do nascituro, direto à vida e às implicações no caso do aborto ilegal. Expomate – Por fim, os parlamentares aprovaram em primeira votação o projeto de lei nº 42/2019, assinado pelo deputado Emerson Bacil (PSL), que insere no calendário oficial de eventos do Estado do Paraná a festa Expomate, a ser comemorada anualmente no dia 21 de setembro, na cidade de São Mateus do Sul. Prestes a realizar sua 15ª edição, a festividade reúne produtores de mate e pecuaristas da região, e ainda conta com gastronomia, corrida de tratores e shows nacionais. Pronunciamentos - A audiência pública que debateu o acordo de leniência firmado pela concessionária Rodonorte com o Ministério Público Federal (leia matéria no site); as ações da Assembleia na Expoingá; o contingenciamento nos recursos da Educação anunciado pelo Governo Federal; a suspensão do reajuste na tarifa de água e esgoto da Sanepar; as demandas das universidades estaduais; e Lei Estadual 19.128/2017, que regulamenta a venda e o consumo de bebidas alcoólicas nos estádios (leia matéria no site), estiveram entre os temas abordados pelos parlamentares nas tribunas do Plenário. Pronunciaram-se na sessão desta terça-feira os deputados Delegado Jacovós (PR); Galo (Pode); Ricardo Arruda (PSL); Homero Marchese (PROS); Coronel Lee (PSL); Professor Lemos (PT); Tercilio Turini (PPS); Luiz Claudio Romanelli (PSB); e Hussein Bakri(PSD).   Carregando galeria do Flickr...
21/05/2019 (00:00)
Visitas no site:  457667
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.