Terça-feira
21 de Maio de 2019 - 

Acompanhar Processos

Cliente, insira seu e-mail e senha para ter acesso a informações de seu Processo

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 4,11 4,11
EURO 4,58 4,59

Previsão do tempo

Hoje - Curitiba, PR

Máx
23ºC
Min
15ºC
Parcialmente Nublado

Quarta-feira - Curitiba, PR

Máx
24ºC
Min
16ºC
Poss. de Panc. de Ch

Quinta-feira - Curitiba, PR

Máx
19ºC
Min
15ºC
Pancadas de Chuva a

Sexta-feira - Curitiba, PR

Máx
15ºC
Min
11ºC
Chuvas Isoladas

Hoje - Campo Mourão, PR

Máx
25ºC
Min
15ºC
Parcialmente Nublado

Quarta-feira - Campo Mourão, PR

Máx
27ºC
Min
15ºC
Parcialmente Nublado

Quinta-feira - Campo Mourão, PR

Máx
20ºC
Min
12ºC
Pancadas de Chuva a

Sexta-feira - Campo Mourão, PR

Máx
12ºC
Min
8ºC
Nublado com Pancadas

Hoje - Maringá, PR

Máx
27ºC
Min
16ºC
Parcialmente Nublado

Quarta-feira - Maringá, PR

Máx
28ºC
Min
17ºC
Parcialmente Nublado

Quinta-feira - Maringá, PR

Máx
20ºC
Min
14ºC
Pancadas de Chuva a

Sexta-feira - Maringá, PR

Máx
15ºC
Min
8ºC
Nublado com Pancadas

Notícias

Newsletter

Cadastre aqui se deseja receber informações periódicas sobre nossas atividades.

Contato

Avenida Advogado Horácio Raccanello Filho 6326 Sala 05
Novo Centro
CEP: 87020-035
Maringá / PR
+55 (44) 8805-5442+55 (44) 3029-9373

OAB vai à Escola apresenta Estatuto da Criança e do Adolescente, ato infracional, igualdade de gênero na Escola Estadual de Ensino Fundamental Professor Olintho de Oliveira

O projeto OAB vai à Escola esteve presente na Escola Estadual de Ensino Fundamental Professor Olintho de Oliveira na manhã desta quinta-feira (11). Na ocasião, foram abordados temas como: direitos humanos, Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), ato infracional, igualdade de gênero e perspectiva para o futuro aos alunos do 6º ano da Instituição. Na ocasião, a integrante da Comissão de Direitos Humanos da OAB/RS (CDH), Ana Carolina Stein, lembrou a história da 2ª Guerra Mundial, e que ela foi importante para a elaboração da Declaração Universal dos Direitos Humanos: “São 30 artigos presentes na Declaração. Eles têm grande influência nas nossas vidas, pois asseguram nossos direitos. Todos nós somos seres humanos e temos os mesmos direitos, não importa a nossa raça e nossa classe social. Os direitos humanos são a base da democracia”, chamou a atenção.  O presidente da Comissão Especial da Criança e do Adolescente da OAB/RS (CECA), Carlos Kremer, falou sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA): “Ele é pidido em três partes, o sistema primário, que é voltado para política públicas, o sistema secundário, para a proteção e o sistema terciário, que  é para o adolescente em conflito com a lei”, apontou. Na mesma linha, a integrante da CECA, Caroline Ribas Sérgio, comentou sobre o ato infracional: “Os atos infracionais são condutas descritas como crime ou contravenção penal. Tanto o adolescente quanto a família podem ser responsabilizados por causa de alguma conduta”, comentou. A coordenadora do Grupo de Trabalho da Comissão da Mulher Advogada da OAB/RS (CMA), Ellen Martins, lembrou o trabalho realizado em prol do combate à violência contra a mulher: “Nós buscamos a igualdade de gênero. Temos persas colegas que, apenas por serem mulheres, sofrem persos tipos de preconceito, e isso não deve ocorrer. Por isso, a atuação da comissão é tão importante”, disse. “Precisamos refletir sobre questões como essa para criarmos, cada vez mais, uma cultura de paz entre todos nós. Não devemos segregar, mas acrescentar”, destacou. A secretária da CMA, Joice Raddatz, falou sobre perspectiva do futuro e, principalmente, sobre a auto estima entre os jovens: “A baixo autoestima pode vir de algum bullying sofrido, uma situação de violência na escola ou em casa ou até mesmo de algum abuso, e quando isso acontece seguidamente pode causar depressão”, disse. Joice ainda aproveitou para comentar sobre os sintomas que podem ser sinais de depressão: cansaço constante, choro constante, irritabilidade e raiva constante, queda do rendimento escolar constante, perda ou aumento de apetite e peso constante, perda do sono, perda de interesse nos amigos e pensamentos negativos. Ela ainda lembrou que existe o Centro de Valorização da Vida, que pode auxiliar quando for necessário, assim como os professores, colegas e familiares. Crianças empoderadas, qualificadas, cientes do seu papel social e protagonistas da sua própria história. Essa é a ideia do projeto da OAB Vai à Escola, em parceria com a Secretaria Estadual de Educação e a ONG Parceiros Voluntários. O projeto, que vai levar debates de interesse social à rede educacional, vai atingir cerca de 950 mil estudantes em 2545 escolas de todo o Estado. O Projeto OAB vai à Escola visa, através de ações de cidadania das Comissões de Direitos Humanos Sobral Pinto (CDH) da OAB/RS; da Criança e Adolescente (CECA); e da Mulher Advogada (CMA), a informar os professores, alunos, pais e a comunidade escolar sobre seus direitos e deveres, conforme o interesse da escola, que escolhe o assunto e o formato (palestra, debates ou rodas de conversa). Na edição de 2018, o programa tem o reforço da ONG Parceiros Voluntários, para a implantação do programa Valores na Educação dentro do projeto OAB vai à Escola. Os programas atuarão em conjunto com as escolas do Rio Grande do Sul por meio do Ação Tribos nas Trilhas da Cidadania, projeto da Parceiros Voluntários, que visa a estimular em crianças e jovens a prática da responsabilidade inpidual, promovendo o protagonismo infanto-juvenil e integrando a comunidade escolar através de ações sociais. O presidente da OAB/RS, Ricardo Breier, que também é presidente da Comissão de Direitos Humanos Sobral Pinto, já atuou no projeto, visitando escolas para falar sobre cidadania. “O papel de nossa entidade é, além de olhar para a advocacia, o de também se preocupar com a cidadania. Somos mais de 60 comissões e 106 subseções. Iremos atuar em conjunto, engajados, e abrangendo todo o Estado. Acreditamos que a união faz a força”, destacou o dirigente. “Essa parceria reforça a nossa causa, contribuindo para o nosso espírito de luta por causas cidadãs”, ratificou. O presidente da Ordem ainda antecipou que um dos temas a ser discutido nas escolas será o da Vote Consciente, escolha que refletirá num país melhor”, reiterou.
11/10/2018 (00:00)
Visitas no site:  437048
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.