Segunda-feira
22 de Outubro de 2018 - 

Acompanhar Processos

Cliente, insira seu e-mail e senha para ter acesso a informações de seu Processo

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,71 3,71
EURO 4,27 4,27

Previsão do tempo

Hoje - Curitiba, PR

Máx
28ºC
Min
11ºC
Parcialmente Nublado

Terça-feira - Curitiba, PR

Máx
26ºC
Min
16ºC
Pancadas de Chuva

Quarta-feira - Curitiba, PR

Máx
17ºC
Min
15ºC
Nublado com Pancadas

Quinta-feira - Curitiba, PR

Máx
23ºC
Min
14ºC
Pancadas de Chuva

Hoje - Campo Mourão, PR

Máx
29ºC
Min
15ºC
Parcialmente Nublado

Terça-feira - Campo Mourão, PR

Máx
29ºC
Min
19ºC
Pancadas de Chuva

Quarta-feira - Campo Mourão, PR

Máx
21ºC
Min
19ºC
Nublado e Pancadas d

Quinta-feira - Campo Mourão, PR

Máx
21ºC
Min
16ºC
Pancadas de Chuva

Hoje - Maringá, PR

Máx
29ºC
Min
16ºC
Parcialmente Nublado

Terça-feira - Maringá, PR

Máx
29ºC
Min
21ºC
Pancadas de Chuva

Quarta-feira - Maringá, PR

Máx
22ºC
Min
19ºC
Nublado e Pancadas d

Quinta-feira - Maringá, PR

Máx
21ºC
Min
16ºC
Pancadas de Chuva

Notícias

Newsletter

Cadastre aqui se deseja receber informações periódicas sobre nossas atividades.

Contato

Avenida Advogado Horácio Raccanello Filho 6326 Sala 05
Novo Centro
CEP: 87020-035
Maringá / PR
+55 (44) 8805-5442+55 (44) 3029-9373

Escola do Legislativo promove lançamento de Núcleo da Infância e Juventude da Defensoria Pública

Em parceria com a Escola do Legislativo, o Núcleo Especializado da Infância e Juventude da Defensoria Pública do Estado (NUDIJ) foi lançado oficialmente no Plenarinho da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), na manhã desta terça-feira (13). O evento contou com a palestra “Direito à convivência familiar da criança e do adolescente”, proferida pelo juiz de Direito Sérgio Luiz Kreuz, auxiliar da Corregedoria Geral de Justiça do Paraná.A partir de agora a Defensoria Pública passa a contar com uma estrutura e atuação especializada na proteção de crianças e adolescentes de forma mais efetiva e ostensiva. Diversos defensores, estudantes e profissionais do Direito estiveram no Legislativo e prestigiaram o lançamento do núcleo.“Com a criação deste núcleo, a Defensoria Pública dá mais um importante passo na atenção à infância e à juventude. Haverá um grupo especializado que vai traçar estratégias de políticas públicas e atendimento institucional. E a parceria com a Assembleia Legislativa, por meio da sua Escola do Legislativo, viabilizou este lançamento. Agradecemos a oportunidade e o apoio da Casa”, disse o defensor público-geral do Estado, Eduardo Abraão.Na opinião do coordenador do NUDIJ, Marcelo Lucena Diniz, embora os defensores públicos sempre tenham atuando em causas judiciais envolvendo a infância e a juventude, é com um setor especializado que as demandas podem ser mais rapidamente atendidas. “Sempre houve e sempre há demanda nesta área, porque é um ponto muito sensível na sociedade esta proteção à infância e à juventude. Portanto, passamos a desempenhar uma função ainda mais direcionada e aprofundada das questões relativas a estas pessoas”.Trabalho em conjunto – A deputada Claudia Pereira (PSC), presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Criança, do Adolescente, do Idoso e da Pessoa com Deficiência, também participou do evento. A parlamentar ressaltou a importante abertura e o relacionamento institucional do Poder Legislativo com os demais órgãos públicos, para um trabalho em conjunto em defesa de crianças e adolescentes. “A infância é a fase mais importante do ser humano, quando está em formação biológica, psicológica. Colocarmos esta discussão aqui é muito pertinente, porque estamos buscando mecanismos de defesa das nossas crianças. Isso tudo permite uma ação conjunta. Parabenizo a Escola do Legislativo pela iniciativa”, afirmou a deputada.Para o diretor Legislativo da Assembleia e da Escola do Legislativo, Dylliardi Alessi, embora este não tenha sido o primeiro evento em parceria com o órgão, abrir o espaço da Casa para o lançamento do Núcleo Especializado da Infância e Juventude foi um privilégio. “É sem dúvida alguma uma honra muito grande. Sabemos que existe uma demanda muito grande nesta área e também nos colocamos à disposição para debatermos mais políticas públicas e projetos voltados à proteção da criança e da juventude. Conte com a Escola do Legislativo e principalmente com a Assembleia”, ressaltou o diretor.Palestra – Em seguida, o juiz Sérgio Luiz Kreuz falou aos presentes sobre os desafios do atendimento e da preservação das garantias voltadas às crianças e adolescentes. O magistrado fez um breve histórico da criação de instituições de acolhimento e dos chamados orfanatos, até a criação de mecanismos legislativos mais modernos que passaram a assegurar direitos às crianças e jovens, com a Constituição Federal de 1988 e o Estatuto da Criança e do Adolescente. “Por muito tempo se achava que o Estado ou alguma instituição deveriam suprir a ausência da família. A sociedade parece, em alguns pontos até hoje, que não quer que as crianças fiquem na rua. E esses acolhimentos em instituições representavam uma espécie de profilaxia social. Sabemos que as coisas não são e não devem ser assim”.Segundo ele, as alternativas à institucionalização são muitas, como as Casas Lares, a família acolhedora e até mesmo a adoção. No Brasil, perto de 50 mil crianças vivem em abrigos, e no Paraná são cerca de 3.500, de acordo com dados atualizados e apresentados pelo juiz. “Estas crianças não criam vínculos, não têm laços familiares, a institucionalização não é o melhor caminho, muito pelo contrário, traz prejuízos, afeta o desenvolvimento destas crianças. Temos que refletir e mudar esta realidade”, alertou o palestrante.Estiveram presentes ao evento na Alep ainda a desembargadora Rosemarie Diedrichs Pimpão, gestora regional do Programa de Combate ao Trabalho Infantil e Estímulo à Aprendizagem do Tribunal Regional do Trabalho (TRT/PR), representando a presidente do TRT, desembargadora Marlene Teresinha Fuverki Suguimatsu; a defensora pública e presidente da Associação dos Defensores Públicos do Paraná (Adepar), Lívia Martins Salomão Brodebeck; o presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente, Alann Barbosa Caetano Bento, representando a secretária de Estado da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa; e Lucas de Brito Miguel, representando o assessor Especial da Juventude do Paraná, Edson Lau Filho.Ouça as entrevistas desta notícia: Clique aqui para fazer o download do boletim Carregando galeria do Flickr...
13/03/2018 (00:00)
Visitas no site:  381519
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.