Domingo
24 de Março de 2019 - 

Acompanhar Processos

Cliente, insira seu e-mail e senha para ter acesso a informações de seu Processo

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,88 3,88
EURO 4,38 4,38

Previsão do tempo

Hoje - Curitiba, PR

Máx
28ºC
Min
17ºC
Parcialmente Nublado

Segunda-feira - Curitiba, PR

Máx
29ºC
Min
17ºC
Parcialmente Nublado

Terça-feira - Curitiba, PR

Máx
27ºC
Min
18ºC
Poss. de Panc. de Ch

Quarta-feira - Curitiba, PR

Máx
27ºC
Min
17ºC
Nublado

Hoje - Campo Mourão, PR

Máx
31ºC
Min
17ºC
Parcialmente Nublado

Segunda-feira - Campo Mourão, PR

Máx
31ºC
Min
18ºC
Predomínio de

Terça-feira - Campo Mourão, PR

Máx
30ºC
Min
18ºC
Parcialmente Nublado

Quarta-feira - Campo Mourão, PR

Máx
30ºC
Min
19ºC
Poss. de Panc. de Ch

Hoje - Maringá, PR

Máx
31ºC
Min
20ºC
Parcialmente Nublado

Segunda-feira - Maringá, PR

Máx
32ºC
Min
21ºC
Predomínio de

Terça-feira - Maringá, PR

Máx
30ºC
Min
19ºC
Poss. de Panc. de Ch

Quarta-feira - Maringá, PR

Máx
30ºC
Min
19ºC
Poss. de Panc. de Ch

Notícias

Newsletter

Cadastre aqui se deseja receber informações periódicas sobre nossas atividades.

Contato

Avenida Advogado Horácio Raccanello Filho 6326 Sala 05
Novo Centro
CEP: 87020-035
Maringá / PR
+55 (44) 8805-5442+55 (44) 3029-9373

Empresas questionam poder da ANTT de definir infrações e impor sanções

A Associação Brasileira das Empresas de Transporte Terrestre de Passageiros (Abrati) ajuizou a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5906 no Supremo Tribunal Federal (STF) para questionar dispositivos da Lei 10.233/2001, que criou a Agência Nacional de Transportes Terrestres, e da Resolução ANTT 233/2003, que regulamenta a imposição de penalidades por parte da agência, no que se refere ao transporte rodoviário interestadual e internacional de passageiros. O objetivo da entidade é fazer com que o STF defina que a competência normativa atribuída à ANTT pelas disposições legais não autoriza a definição de infrações administrativas e cominação das sanções correspondentes mediante norma regulamentar, mas somente a edição de normas secundárias para integração e fiel execução das disposições legais. “Em nosso modelo constitucional de separação de Poderes, somente ao Poder Legislativo cabe, mediante a edição de lei formal, a criação de direitos e obrigações. Por outro lado, ao Poder Executivo cabe a competência regulamentar, atinente à expedição de normas para fiel execução das leis, sem a possibilidade de inovar na ordem jurídica mediante criação de direitos e obrigações em caráter primário, salvo nas hipóteses restritas do inciso VI do artigo 84 da Constituição da República”, argumenta a Abrati. A entidade sustenta que, na condição de autarquias especiais, integrantes da administração pública indireta, não parece razoável supor que o poder normativo conferido às agências reguladoras seja superior ao estabelecido pela Constituição ao chefe do Poder Executivo. Como não houve pedido liminar, o relator da ADI, ministro Marco Aurélio, pediu informações ao Congresso Nacional e à Presidência da República, e determinou que a Advocacia-Geral da União e a Procuradoria-Geral da República se manifestem sobre a matéria. VP/CR
16/04/2018 (00:00)
Visitas no site:  414247
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.