Quarta-feira
21 de Novembro de 2018 - 

Acompanhar Processos

Cliente, insira seu e-mail e senha para ter acesso a informações de seu Processo

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,75 3,76
EURO 4,29 4,29

Notícias

Newsletter

Cadastre aqui se deseja receber informações periódicas sobre nossas atividades.

Contato

Avenida Advogado Horácio Raccanello Filho 6326 Sala 05
Novo Centro
CEP: 87020-035
Maringá / PR
+55 (44) 8805-5442+55 (44) 3029-9373

Conferência Estadual de Direitos Humanos: o trabalho em defesa dos direitos humanos é ininterrupto”, afirma Breier

“Precisamos trabalhar em prol do acesso à informação, pois, muitas vezes, a violação dos direitos humanos acontece por falta de informação. A OAB trabalhará firme nesse sentido”, declarou o presidente da OAB/RS, Ricardo Breier, durante a Conferência Estadual de Direitos Humanos: Os Retrocessos, a Resistência e as Perspectivas, que ocorreu nesta quarta-feira (16), no OAB/RS Cubo. A ideia do encontro foi a de promover o diálogo entre as Comissões de Direitos Humanos das subseções da OAB/RS do Rio Grande do Sul, juntamente com estudantes, movimentos sociais e outros interessados em discutir algumas das principais temáticas da respectiva área. Entre as temáticas abordadas estão: violência urbana, criminalização da pobreza, imigrantes, refugiados, pessoas com deficiência, liberdade religiosa e estado laico, direito à terra – quilombolas e povos indígenas, igualdade de gênero e violência contra a mulher, racismo, criminalização dos movimentos sociais, entre outros. O presidente da OAB/RS, Ricardo Breier, ressaltou a importância da conferência enquanto balizadora dos debates que serão levados à conferência nacional: “Através do debate e do diálogo, poderemos trocar conhecimentos e encaminhar soluções firmes relacionadas à proteção da dignidade humana”, afirmou Breier. “A OAB/RS completou recentemente 86 anos de história, nesse período, travamos importantes lutas pela defesa da cidadania e dos direitos humanos. Precisamos ter em mente, no entanto, que esse trabalho é ininterrupto”, complementou. Durante o dia, foram discutidos temas como: Segurança Pública X Segurança Cidadã; Liberdade Religiosa e Estado Laico; Igualdade de gênero, violência contra a mulher e garantia de direitos da população LGBTI; Racismo e desigualdades sociais no Brasil; Proteção de imigrantes e refugiados; direito à terra das comunidades quilombolas e dos povos indígenas; Inclusão das pessoas com deficiência e de políticas públicas e Violência urbana, movimentos sociais, trabalho e pobreza. A coordenadora-geral da CDH, Neusa Bastos, afirmou que, em tempos de intolerância e discurso de ódio, mais do que nunca é o momento de falar em Direitos Humanos. “Somos defensores da dignidade da pessoa humana, independente de raça, credo, sexo, idade e orientação sexual”, reiterou. “Defendemos o direito de ter direitos”, disse. As demandas do encontro serão levadas para a VII Conferência Internacional de Direitos Humanos do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, que ocorrerá entre os dias 23 de maio e 25 de maio, em Fortaleza, no Ceará. *Presenças* Também estavam presentes: a secretária-geral adjunta da OAB/RS, Maria Cristina Carrion Vidal de Oliveira; a secretária-geral adjunta da Caixa de Assistência dos Advogados (CAA/RS), Melissa Telles Barufi; o membro honorário da OAB/RS, Luiz Carlos Levezon; os coordenadores adjuntos da CDH Rodrigo Puggina e Roque Reckziegel; a representante da Brigada Militar, capitã Clarisse Heck; o representante do secretário Estadual de Segurança Pública, delegada Silvia Coccaro de Souza e a diretora do Departamento de Direitos Humanos da Ajuris, juíza Karen Luise Pinheiro.
16/05/2018 (00:00)
Visitas no site:  389082
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.