Segunda-feira
22 de Outubro de 2018 - 

Acompanhar Processos

Cliente, insira seu e-mail e senha para ter acesso a informações de seu Processo

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,71 3,71
EURO 4,27 4,27

Previsão do tempo

Hoje - Curitiba, PR

Máx
28ºC
Min
11ºC
Parcialmente Nublado

Terça-feira - Curitiba, PR

Máx
26ºC
Min
16ºC
Pancadas de Chuva

Quarta-feira - Curitiba, PR

Máx
17ºC
Min
15ºC
Nublado com Pancadas

Quinta-feira - Curitiba, PR

Máx
23ºC
Min
14ºC
Pancadas de Chuva

Hoje - Campo Mourão, PR

Máx
29ºC
Min
15ºC
Parcialmente Nublado

Terça-feira - Campo Mourão, PR

Máx
29ºC
Min
19ºC
Pancadas de Chuva

Quarta-feira - Campo Mourão, PR

Máx
21ºC
Min
19ºC
Nublado e Pancadas d

Quinta-feira - Campo Mourão, PR

Máx
21ºC
Min
16ºC
Pancadas de Chuva

Hoje - Maringá, PR

Máx
29ºC
Min
16ºC
Parcialmente Nublado

Terça-feira - Maringá, PR

Máx
29ºC
Min
21ºC
Pancadas de Chuva

Quarta-feira - Maringá, PR

Máx
22ºC
Min
19ºC
Nublado e Pancadas d

Quinta-feira - Maringá, PR

Máx
21ºC
Min
16ºC
Pancadas de Chuva

Notícias

Newsletter

Cadastre aqui se deseja receber informações periódicas sobre nossas atividades.

Contato

Avenida Advogado Horácio Raccanello Filho 6326 Sala 05
Novo Centro
CEP: 87020-035
Maringá / PR
+55 (44) 8805-5442+55 (44) 3029-9373

ANPR participa de defesa de procurador regional da República no CNMP

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) começou a julgar, nesta terça-feira (15), o processo disciplinar contra o procurador regional da República Carlos Fernando dos Santos Lima, motivado por um post publicado no Facebook a respeito do presidente da República, Michel Temer. Nos últimos dias, o presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), José Robalinho Cavalcanti, esteve reunido com 11 dos 14 conselheiros e entregou a todos memoriais em defesa do procurador. Robalinho, junto ao advogado de defesa Fernando de Assis Bontempo, levaram ao plenário duas premissas. A primeira delas tratou de um aditamento feito pelo relator, conselheiro Luiz Fernando Bandeira de Mello Filho, na denúncia que trata de um artigo assinado por Carlos Fernando no jornal a Folha de S.Paulo sobre o Supremo Tribunal Federal (STF). A segunda tratou do direito à liberdade de expressão. O presidente da ANPR ressaltou que os novos fatos considerados pelo relator ocorreram nove meses depois do primeiro, circularam em meios diferentes e seriam sobre “alvos” distintos. “Além de não haver conexão entre os fatos, não se pode admitir que sejam incluídos meses após o processo”, destacou Robalinho. Além disso, Robalinho citou o manifesto espontâneo assinado por mais de 400 membros do Ministério Público e magistrados em defesa da liberdade de expressão. “Calar um membro do Ministério Público é impor uma mordaça a todos os seus integrantes”, criticam. “Silenciar a livre expressão do pensamento seja de quem for impede a evolução das ideias e contribui para sedimentação de vícios. A crítica franca e aberta é motor do progresso”, destaca trecho do documento. Apesar das preliminares e de uma questão de ordem apresentada pelo conselheiro Silvio Roberto Oliveira de Amorim Junior - e do voto favorável da presidente do CNMP e procuradora-geral da República, Raquel Dodge - , o plenário decidiu, por 8 votos a 6, que a denúncia poderia seguir com o aditamento sugerido pelo relator. Votaram com o relator, os conselheiros: Orlando Rochadel Moreira, Gustavo do Vale Rocha, Luciano Nunes Maia Freire, Sebastião Vieira Caixeta, Erick Venâncio Lima do Nascimento, Leonardo Accioly da Silva e Valter Shuenquener.
Visitas no site:  381544
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.